Total de visualizações de página

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

A DENSIDADE DAS ALMAS (GUTO)

Alguns vícios não se vão tão facilmente, eis que eu volto com mais uma pequena produção do inconsciente criador. "Somos pó"

A Densidade das almas (gUTO)



Desejamos ir mais alto que a vida
É a mistura anímica em nosso interior
Deveríamos desejar somente a vida
Essa é a dádiva maior que recebemos
E em nosso interior tudo está em ebulição
E nossos corpos não são matéria opaca
Tudo escapa pelos nossos olhos e sorrisos falsos
Neurônios transmitem nossa confusão chocante
Muitos de nós ainda acreditamos em Deus
Bem – eu também
Mas isso não é tão mal assim
Pois eu ainda amo a vida
Ao contrário dos que dizem seguir o cordeiro
E tentam obliterar a verdade nas suas almas
Muitos de nós ainda acreditamos em Deus

E vomitam as suas verdade em nossas faces.
Vi nuvens cinzentas sobre o oceano e pensei
"Bem, acho que Deus não gosta de nós"